• Estação Romana da Quinta da Abicada

    Estação Romana da Quinta da Abicada

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

  • Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

    Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

  • Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

    Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

  • Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

    Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

  • Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

    Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

  • Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

    Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

  • Torreões do Castelo de Loulé

    Torreões do Castelo de Loulé

  • Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

    Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

  • Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

    Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

  • Castelo de Paderne

    Castelo de Paderne

  • Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

    Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

  • Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

    Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

  • Fortaleza e Promontório de Sagres

    Fortaleza e Promontório de Sagres

  • Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

    Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

Página Inicial Monumentos do Algarve Bons Momentos Promontório de Sagres Prémio Regional Maria Veleda

Em Destaque

Convite

Palestra «Otium et Negotium nas villae da Lusitânia Romana»

No próximo dia 27 de abril, pelas 18h, nas Ruínas Romanas de Milreu (Estoi-Faro) será apresentada a palestra «Otium et Negotium nas villae da Lusitânia Romana», por João Pedro Bernardes, arqueólogo e professor da Universidade do Algarve.

Esta será a 2ª palestra do ciclo “Amatores in Situ – O Mundo Antigo visto por aqueles que o amam” desenvolvido pela Faculdade de Ciências Humanas e Sociais da Universidade do Algarve e coordenado pela Profª Doutora Adriana Nogueira, que promove um novo olhar sobre o Mundo Antigo através da literatura, da arte, filosofia e arqueologia. Projeto integrado no Programa DiVaM – Dinamização e Valorização dos Monumentos – 2017.

As villae romanas, como Milreu, para além de constituírem as unidades produtivas por excelência do mundo romano, são ainda espaço de representação das elites. A villa é assim, no dizer de António, urbs in rure, ou seja, é a cidade no campo, naquilo que a cidade representa do mundo culto e civilizado, quanto o campo se apresenta como mundo selvagem, que se domestica e civiliza para gerar riqueza. É esta dualidade que se irá explorar ao longo da apresentação, ora visitando os espaços produtivos, ora os espaços de lazer e de auto afirmação dos proprietários, quer através de tópicos literários caracterizadores de ambos os espaços, quer através do que o registo arqueológico nos vai revelando.

João Pedro Bernardes é doutorado em Arqueologia pela Universidade de Coimbra. É professor associado com agregação da Universidade do Algarve onde leciona nos cursos de licenciatura de Património Cultural e Arqueologia e ainda em vários cursos de mestrado. Tem participado e liderado em vários projetos de investigação de âmbito nacional e internacional, versando sobretudo temas de Arqueologia romana. Foi responsável por algumas escavações arqueológicas nas ruínas de Milreu.

0,5% do IRS - Lista 2016

IRS: lista de entidades culturais beneficiárias da consignação já disponível

Já se encontra disponível a lista de entidades beneficiárias da consignação de 0,5% do IRS referente à coleta de 2016. O prazo de entrega das declarações de IRS inicia-se a 1 de abril e termina a 31 de maio, para todos os contribuintes.

Lista de entidades culturais beneficiárias 

Para a coleta do imposto relativo a 2017, no próximo ano, as instituições culturais podem fazer a sua inscrição através do endereço eletrónico cultura.irs@gepac.gov.pt. O prazo decorre até 30 de setembro de 2017, altura em que se inicia o processo de verificação dos critérios por parte do Gabinete de Estratégia, Planeamento e Avaliação Culturais (GEPAC).

As instituições que integrem a lista de beneficiários do ano anterior ficam isentas de inscrição.

Consulte nesta página web a Portaria.

 

Logo Ministério da Cultura

CULTURA ABRE DUAS LINHAS DE APOIO ÀS ARTES NO VALOR DE 2,5 MILHÕES

A área de Governo da Cultura abriu duas as linhas de financiamento para os agentes culturais em 2017.

Para apoiar projetos de criação, programação e edição o investimento é de 1,5 milhões de euros, que representa um aumento de 64% face a 2016.

Para reforçar a atividade das entidades com apoios plurianuais, que sofreram cortes a partir de 2011, criou-se uma linha de apoio extraordinário de 1 milhão de euros.

Estas linhas, abertas através da Direção-Geral das Artes, concretizam a estratégia definida para 2017 para os apoios às artes, abrindo duas linhas de financiamento em abril.

As duas linhas consubstanciam a política cultural definida pelo Governo para garantir a estabilidade do setor num ano de definição do novo modelo de apoios públicos às artes, que entrará em vigor em 2018.

São dois os objetivos estratégicos das linhas agora anunciadas:

  • Criar condições para que os agentes culturais desenvolvam novas criações e projetos artísticos.
    Esta linha de apoios dirigida a entidades singulares e coletivas permite o financiamento de mais projetos com novos patamares máximos: 40 mil euros ao invés dos 30 mil de 2016. Através do Apoio Direto Pontual, a modalidade mais simplificada ao abrigo do quadro legal vigente, verifica-se um aumento de 64% de verba em relação ao ano anterior (+ 580 mil euros), destinada a projetos de criação, programação e edição.
  • Reforçar as condições de sustentabilidade de entidades já apoiadas pelo Estado com contratos plurianuais e que foram alvo de cortes a partir de 2011.
    Esta linha de financiamento, cujo montante global é de um milhão de euros, é de caracter extraordinário para os apoios de longa duração, bienais, quadrienais ou tripartidos. As entidades com apoios plurianuais em vigor, que tenham sofrido um corte no financiamento atribuído a partir de 2011 poderão solicitar um reforço de apoio financeiro, cujos critérios de atribuição definidos são:
  • Cada entidade pode receber até 25% do valor de apoio em curso;
  • O reforço não pode ultrapassar os 30 mil euros
  • O reforço não pode ultrapassar a verba recebida em 2011.

Estas duas linhas participam de uma estratégia iniciada pelo Governo de valorização do exercício das atividades culturais do universo de entidades apoiadas pela Cultura, que representam uma parte significativa da atividade e do tecido cultural do País.

 

 

Logo Direção Geral do LivroCultura Aprova o Regulamento para Atribuição de Bolsas de Criação Literária

Portaria n.º 123/2017 - Diário da República n.º 61/2017, Série I de 2017-03-27

- As bolsas têm a duração de seis ou de doze meses.

- Os destinatários das bolsas são pessoas singulares, de nacionalidade portuguesa e que escrevam em português

- A abertura anual dos concursos é feita mediante despacho do membro do Governo responsável pela área da cultura, de acordo com proposta da DGLAB

Consulte a Portaria

CartazExposição "Unforeseeable" de Pedro Cabral Santo

Unforeseeable inaugura no próximo dia 17 de fevereiro, pelas 18h, e estará patente até dia 19 de maio.

O CIAC, em parceria com a Direção Regional de Cultura do Algarve, promove a exposição Unforeseeable de Pedro Cabral Santo na casa Rural das Ruínas Romanas de Milreu, em Estoi, Faro. Esta exposição insere-se na programação desenvolvida, em conjunto, pelas duas instituições, com o objetivo de dinamizar a interação entre as comunidades académica e local, estimulando diálogos entre arte e património cultural da região.

A exposição Unforeseeable faz parte de um tríptico iniciado com Unconditionally (Colégio das Artes, 2014) e Absolutely (Galeria VFP, 2015). Nesta mostra, Pedro Cabral Santo desenvolveu um complexo dispositivo, onde envolve inúmeros meios e técnicas que, no seu conjunto, procuram envolver o espectador num ambiente que pretende explorar e abordar o papel dos artistas, e da arte, em torno de problemas, e acontecimentos genéricos, vigorados e ancorados nas nossas sociedades ditas contemporâneas – fenómenos político-sociais relevantes e imprevisíveis relacionados com a incessante disseminação de múltiplas e diferentes linguagens que constituem a essência do nosso mundo contemporâneo, e que se manifestam formalmente por entre a essência pictórica, escultórica e instalatória.

 

Concurso lusófono de TrofaCONCURSO LUSÓFONO - Conto Infantil

O principal objetivo deste Concurso organizado pela Câmara da Trofa com o apoio do Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, I.P., é defender e consolidar a língua portuguesa como expressão universal da nossa cultura e motivar a produção literária.

Este Concurso literário internacional que aposta na promoção e salvaguarda da literatura infanto-juvenil e da cultura lusófona estende-se a todos os países de língua oficial portuguesa, nomeadamente Portugal, Angola, Brasil, Moçambique, Cabo Verde, S. Tomé e Príncipe, Guiné Bissau e Timor.

Devido à consolidação deste concurso, este ano, os Prémios foram revistos e o Prémio Ilustração está a ganhar protagonismo, face à qualidade e quantidade de trabalhos apresentados, nas últimas edições.

Em paralelo, o Prémio Lusofonia também foi reforçado, para aumentar o incentivo aos escritores que pretendam participar.

Assim, o Prémio Matilde Rosa Araújo terá o valor de 2000 euros, o Prémio Lusofonia terá o valor de 1000 euros e o Prémio Ilustração ascende agora aos 1500 euros.

As obras devem ser enviadas, sob pseudónimo, até ao último dia útil do mês de maio de 2017 e em Portugal, podem fazê-lo, em mão (até às 18h00, do último dia útil do mês de maio de 2017), na Casa da Cultura da Trofa, Avenida D. Diogo Mourato, durante o horário do expediente ou via correio, através de carta registada.

Já nos outros países a entrega dos contos pode ser efetuada no Centro Cultural Português em Luanda (Angola), no Centro Cultural Português em Brasília (Brasil), no Centro Cultural Português na Praia (Cabo Verde), no Centro Cultural Português em Bissau (Guiné-Bissau), no Centro Cultural Português em Maputo (Moçambique), no Centro Cultural Português em S. Tomé (S. Tomé e Príncipe) e no Centro Cultural Português em Díli (Timor).

Este Concurso, cujos vencedores serão revelados nas Comemorações do Aniversário do Município, em novembro, é já considerado uma referência internacional na área da literatura e da criação e expressão literária em português, tendo já publicado inúmeras obras hoje bastante conhecidas junto do público mais jovem.

A Trofa prepara-se para galardoar mais um conto infantil inédito, criado em português, que irá assim, juntar-se aos onze  livros infantis editados pela Câmara Municipal. 

Mais informações aqui

CartazPrémio CEI-IIT Investigação, Inovação e Território

O Centro de Estudos Ibéricos CEI lança a convocatória à primeira edição do Prémio CEI-IIT Investigação, Inovação e Território, iniciativa que visa distinguir trabalhos, projetos de investigação e outras iniciativas que revistam uma dimensão inovadora, contribuam para divulgar estudos, experiências e boas práticas que concorram para reforçar a coesão, a cooperação e a competitividade dos territórios fronteiriços e de baixa densidade. Esta iniciativa decorre do compromisso do Centro de Estudos Ibéricos com a cooperação e difusão do conhecimento nestes territórios envolvendo investigadores, atores e instituições de diferentes regiões e países que apostam num justo equilíbrio entre a investigação e a ação. 

O Prémio CEI-IIT tem duas modalidades:

1. Apoio a trabalhos e projetos de investigação nas seguintes áreas: Dinâmicas territoriais e iniciativas de desenvolvimento local; Património, recursos do território e riscos naturais; Coesão social e Governança, capacitação e modernização institucional.

2. Apoio a projetos e iniciativas inovadoras de dinamização económica e social, que contribuam para a coesão dos territórios de baixa densidade, que apostem, sobretudo nos seguintes domínios: Valorização e uso eficiente dos recursos endógenos; Tecnologias ao serviço da qualidade de vida e Inovação territorial.

O apoio financeiro a conceder será de 2.500,00€ (dois mil e quinhentos euros) por modalidade. As candidaturas terão de ser submetidas até ao dia 17 de Abril de 2017.

Regulamento e Candidaturas

 

Route

UMAYYAD Route

MELHORIA DA COESÃO TERRITORIAL MEDITERRÂNICA ATRAVÉS DA CONFIGURAÇÃO DE UM ITINERÁRIO TURÍSTICO-CULTURAL.

 

 

Logo

RODA DOS ALIMENTOS MEDITERRÂNICA INTERATIVA

A DGS e o PNPAS, em colaboração com o Grupo de Acompanhamento para a Salvaguarda e Promoção da Dieta Mediterrânica, apresentam a nova Roda dos Alimentos Mediterrânica, agora numa versão interativa. Esta ferramenta pedagógica, explica os vários conceitos ligados ao padrão alimentar mediterrânico tendo como base a Roda dos Alimentos Portuguesa. Ao longo da mesma, é também possível explorar os vários grupos de alimentos que compõem esta nova Roda, em conjunto com o número de porções diariamente recomendadas. São apresentados exemplos práticos e visualmente atrativos, salientando não só a componente alimentar, mas também os elementos inerentes estilo de vida mediterrânico.

Pretnde-se 

que a nova Roda dos Alimentos interativa possa ser utilizada pelos profissionais da saúde e educação e disponibilizada em unidades de saúde, assim como no contexto de sala de aula como uma ferramenta para auxiliar os professores na abordagem ao tema.

A versão interativa desta ferramenta encontra-se disponível em www.alimentacaosaudavel.dgs.pt e pode ser gratuitamente acedida e utilizada por todos.

Esta ferramenta interativa, concebida pelo PNPAS e Active Media, utilizou como referência o conceito original criado por investigadores da Faculdade de Ciências da Nutrição e Alimentação da Universidade do Porto com o apoio da Direção-Geral do Consumidor.