• Estação Romana da Quinta da Abicada

    Estação Romana da Quinta da Abicada

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar - edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – interior do edifício tumular "Alcalar 7"

  • Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

    Monumentos Megalíticos de Alcalar – "Um dia na pré-história"

  • Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

    Castelo de Aljezur – Torre semi-cilindrica

  • Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

    Castelo de Aljezur – Muralha e acesso

  • Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

    Ermida de N.S. de Guadalupe e Casa rural

  • Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

    Panorâmica da exposição no interior da Casa rural

  • Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

    Castelo de Loulé – "Música nos Monumentos"

  • Torreões do Castelo de Loulé

    Torreões do Castelo de Loulé

  • Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

    Ruínas Romanas de Milreu – Casa rural

  • Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

    Ruínas Romanas de Milreu – Pormenor de mosaico

  • Castelo de Paderne

    Castelo de Paderne

  • Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

    Castelo de Paderne – Ruína da Ermida de N.S. da Assunção

  • Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

    Ruína da Ermida de N.S. da Assunção - "Música nos Monumentos"

  • Fortaleza e Promontório de Sagres

    Fortaleza e Promontório de Sagres

  • Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

    Capela de N.S. da Graça – "Música nos Monumentos"

Página Inicial Monumentos do Algarve Bons Momentos Bons Momentos Prémio Regional Maria Veleda

Em Destaque

Cartaz Dia Mundial da Música

Dia Mundial da Música -  1 de outubro

“A música começa onde acaba a fala.”
Ernst Hoffmann

O International Music Council, organização não governamental fundada, com o apoio da UNESCO, em 1948, instituiu, através do seu presidente de então o violinista Yehudi Menuhin (1975), o dia 1 de Outubro como Dia Mundial da Música.

Com o objetivo de promover esta arte como fator de união entre todas as pessoas, fortalecendo os valores pelos quais a organização se conduz – paz e amizade - por todo o mundo, este dia é repleto de vários tipos de eventos musicais que promovem a música enquanto veículo de comunicação internacional e sem fronteiras.

No Algarve, do barlavento ao sotavento, este dia vai ser celebrado.

Participe!!!!

Cartaz - Castelo de Paderne - 2 de outubro

“A Fortaleza da Fé” – recriação da romaria de Nossa Senhora do Castelo

No próximo dia 02 de outubro, o Castelo de Paderne abre portas para acolher, a partir das 14h, “A Fortaleza da Fé” uma recriação da antiga romaria de Nossa Senhora do Castelo.

Com organização, produção e realização da Sociedade Musical e Recreio de Paderne, o evento pretende contribuir para a valorização do património local, das tradições e crenças da população de Paderne e da sua relação com o monumento, proporcionando também a visita ao monumento pelo público em geral.

A recriação da Romaria de Nossa Senhora do Castelo apresenta três momentos distintos: procissão com início junto às muralhas do Castelo de Paderne às 14h; missa cantada e tocada na Ermida de Nossa Senhora da Assunção, no interior do Castelo e concerto pela Banda Filarmónica seguida de beberete.

A iniciativa que também comemora o Dia Mundial da Música (1 de outubro), contará com as atuações da Bandinha Popular, Saxy-Band, Grupo Coral e Banda Filarmónica.

Com o apoio da Câmara Municipal de Albufeira e da Junta de Freguesia de Paderne, “O Castelo da Fé” decorre no âmbito do programa da Direção Regional de Cultura do Algarve DiVaM 2016 “O Espírito do Lugar”, desenvolvido em parceria com agentes culturais da região.

 

Contactos:

Direção Regional de Cultura do Algarve

E-mail: geral@cultalg.pt  

 Telef. 289 896 070

Fortaleza de Sagres

E-mail: fortaleza.sagres@cultalg.pt

Telf. 282 620140

 

LogotipoConferência do Grupo de Trabalho de Sistemas de Informação em Museus da BAD 

No dia 30 de setembro de 2016 irá realizar-se a Conferência do Grupo de Trabalho de Sistemas de Informação em Museus da BAD – Associação Portuguesa de Bibliotecários, Arquivistas e Documentalistas. Esta Conferência terá lugar no Porto, no Instituto Superior de Engenharia do Porto (Auditório H202).

Informações aqui

Cartaz - Mitose20165ª Edição do Concurso "MITOSE: Ciência a Sul"

Até ao dia 31 de outubro estão abertas as candidaturas para a 5.ª edição do concurso "Mitose: Ciência a Sul" dirigido aos alunos da área de Ciências e Tecnologia das escolas do Ensino Secundário de Portugal. Esta iniciativa pretende motivar os jovens para a aprendizagem da ciência e da sua comunicação, proporcionar aos melhores concorrentes um estágio científico de curta duração num dos Centros de Investigação da Universidade do Algarve, como também motivá-los para a utilização dos recursos disponibilizados pelos Centros de Investigação e Desenvolvimento e pela Biblioteca, enquanto suporte e veículo de informação essencial à produção científica.

O projeto é uma iniciativa organizada pela Universidade do Algarve e pela Associação Juvenil de Ciência e conta com o apoio do Instituto Português do Desporto e da Juventude e da Agência Ciência Viva.

Consultar regulamento aqui 

Para quaisquer informações adicionais, contactar: projetomitose@ajc.pt ou biblioteca@ualg.pt.

Cartaz FICSAMWorkshop Intensivo de Cinema Digital com Diogo Pessoa de Andrade

O FICSAM (FESTIVAL INTERNACIONAL DE CINEMA E SAÚDE MENTAL) e o WORKSHOP INTENSIVO DE CINEMA DIGITAL voltam a fazer parceria e informam que estão abertas as inscrições para o próximo curso a decorrer nos dias 9, 10 e 11 de Outubro em FARO. O número de vagas é limitado.

O Workshop Intensivo de Cinema Digital é um curso intensivo e itinerante (pode ser realizado em qualquer local desde que se reúnam as condições necessárias), dirigido a todos que pretendam compreender a ligação entre a fotografia e o vídeo digital e adquirir conhecimentos essenciais que qualquer profissional que trabalhe com captação de imagem digital deve possuir. A filosofia do Workshop é o de formar de forma ativa e participativa, dando origem a produtos reais ao criar parcerias com artistas convidados de diversas áreas. O produto final de cada Workshop poderá ser utilizado pelos artistas convidados para promoção e divulgação do seu trabalho e projetos e pelos participantes do Workshop como parte dos seus portfolios.

Informações e inscrições

 

Cartaz - A Sul Nenhum Norte

Exposição de Pedro Amaral - A Sul de Nenhum Norte

 

Inauguração no dia 14 de maio, nas  Ruínas de Milreu, em Estoi ­ Faro, pelas 17h30.

Encerramento 13 de outubro. 

A exposição " A Sul de nenhum Norte ", com obras do artista Pedro Amaral e curadoria da licenciatura em Artes Visuais, 

Este evento é promovido em parceria pelo CIAC e pela Direção Regional de  Cultura do Algarve (DRCAlg) com o objetivo de dinamizar a interação entre as  comunidades académica e local, estimulando diálogos entre arte e património  cultural da região através do desenvolvimento conjunto da programação de  exposições na Casa Rural das Ruínas Romanas de Milreu, localizadas junto à freguesia de Estói (Faro).

Sobre o artista:

Pedro Amaral vive e trabalha em Sintra. Sem formação artística, trabalhou  ativamente em ilustração nos anos 80 e 90.  A fundação com Alice Geirinhas e  João Fonte Santa do coletivo Sparring Partners em 1995 marca a entrada no  universo da Arte Contemporânea, contexto onde expõe regularmente desde  essa altura. A Pintura e mais recentemente o Desenho têm sido  os suportes  primordialmente escolhidos mas também o vídeo e a instalação e performance.  Da Galeria ZDB à integração de algumas exposições e dinâmicas marcantes  da década de 90 (em colaboração com nomes e comissários/artistas como  Paulo Mendes e Pedro Cabral Santo), de individuais em Galerias mainstream a  feiras  de  arte  internacionais,  mas  nunca  abandonando  os  contextos  mais  independentes e autónomos como oProjeto Museu – Casa Bernardo, o Pogo  Teatro,  o  Salão  Olímpico,   o   projeto  “Atlas  Secreto“  ou  os  mais  recentes   comissariados de arte panfletária de João Fonte Santa. O seu trabalho está  presente nas coleções Círculo de Artes Plásticas de Coimbra, Museu do Neo  Realismo, Fundação PMLJ e diversas coleções particulares em Portugal e no  estrangeiro.

Cartaz

"Congresso Ibero-Americano: Património, suas matérias e imatérias"

O Congresso Ibero-Americano “Património, suas matérias e imatérias” a ocorrer em Lisboa, nas instalações do LNEC, nos dias 2 e 3 de novembro de 2016, procura criar o ambiente para a realização de diálogos cruzados entre investigadores, técnicos e especialistas, oriundos de diferentes áreas disciplinares, que estejam interessados em reflectir e discutir o Património Cultural nas suas componentes materiais e imateriais, incluindo as problemáticas socioculturais que lhe estão associadas.

O Congresso será uma organização do Laboratório Nacional de Engenharia Civil (LNEC), do Centro em Rede de Investigação em Antropologia do Instituto Universitário de Lisboa (CRIA) e o Centro de Estudos Internacionais do ISCTE-IUL (CEI-IUL)

Todas as informações em: http://patrima.lnec.pt/

Inscrições em: http://www.lnec.pt/pt/gca/index.php?id=788
 

 Assinatura do Protocolo de Colaboração para Valorização, Restauro e Conservação da Torre Albarrã do Castelo de Paderne Castelo de Paderne

O Castelo de Paderne está classificado com o grau de Imóvel de Interesse Público, pelo Decreto N.º 516/71 de 22-11, e, beneficia de uma Zona Especial de Protecção, nos termos da Portaria n.º 978/99, Diário da República (2.ªsérie). A sua classificação como um bem de valor cultural nacional atendeu a que corresponde ao paradigma de um hisn - uma pequena fortificação rural hispano--muçulmana do período almóada (2ª metade do século XII e primeiras décadas do século XIII)-  em cujas muralhas foi utilizado um único e já perdido processo construtivo, a taipa militar e que  a estrutura chegou, até nós, mantendo a técnica construtiva e o desenho que lhe deram os seus fundadores, no século XII.

Os vestígios arqueológicos, no interior do castelo, correspondem ao urbanismo islâmico da fundação, às posteriores ocupações medieval e moderna, e, à ruína de uma capela que teria a actual configuração, em inícios do séc. XVIII.

No âmbito regional, pelas suas características estruturais e pela qualidade ambiental e paisagística da sua envolvente, o castelo de Paderne impõe-se como um notável valor cultural, que ganha um reforçado sentido devido à sua plena compatibilidade com o uso turístico, associado ao facto de se situar no concelho de Albufeira, município que acolhe uma elevada percentagem do movimento turístico da região algarvia.

Subentende-se a conveniência de valorizar este bem cultural, de significado histórico-cultural impar na região. Para isso é necessário a continuação de obras de conservação e restauro dos módulos de taipa almóada, agora na Torre Albarrã utilizando, como em anterior intervenção piloto, os materiais e os processos construtivos compatíveis com a tipologia construtiva deste edifício histórico. O custo total da intervenção está previsto com um valor de oitenta e sete mil quatrocentos e oitenta e oito euros e cinquenta e dois cêntimos, a que acrescerá o IVA à taxa legal.

A Direção Regional de Cultura, que dispõe, com autoria do Arq. Manuel López Vicente, de um projecto de conservação e restauro, para a Torre Albarrã, desde 2010, não conseguiu até à data por questões de orçamentais, satisfazer aquele objetivo, apesar de  o ter mantido entre as suas prioridades.

De acordo com os dois protocolos assinados, dia 28 de julho, nos Paços do Concelho de Albufeira, a Direção Regional de Cultura do Algarve compromete-se a candidatar a obra ao CRESCE 2020,  a Câmara Municipal de Albufeira, em financiar a compartida nacional em 30 000 Euros  e a Fundação Milénio BCP em conceder  um mecenato no valor de 30  000 Euros.

Regista-se com satisfação esta parceria inovadora entre as três entidades, em favor da valorização do património algarvio,  de que devemos garantir a continuidade às gerações futuras.

Entrevista da Drª Alexandra Gonçalves, Diretora Regional da Cultura do Algarve, ao Sul Informação e à Rádio Universidade do Algarve (RUA)

Vídeo da Rota Omíada disponível a partir de hoje.

Uma versão mais curta e um documentário mais rico revelam os parceiros do projecto e suportam um excelente documentário sobre o legado Omíada nestes países!

Ver o filme completo (1:00.23)

Facebook

Promontório de Sagres é reconhecido como Marca do Património Europeu

Vista aérea do Promontório de Sagres

Créditos fotográficos:
DRCAlgarve 2015/ Sergiy Shcheblyki

Foi hoje tornado público o resultado da avaliação da candidatura apresentada no início deste ano, pela Direção Regional de Cultura do Algarve, a Marca do Património Europeu.

A Marca do Património Europeu (MPE) é uma nova medida da União Europeia que tem por base uma iniciativa intergovernamental lançada em 2006. Foi estabelecida pelo Parlamento e pelo Conselho da União Europeia.

No excerto a ser divulgado pela União Europeia refere-se que: “A Ponta de Sagres apresenta uma paisagem rica do ponto de vista histórico e cultural situada no canto sudoeste da Península Ibérica. Nela se encontram vestígios arqueológicos significativos, estruturas urbanas e monumentos que atestam a sua localização estratégica e a sua importância ao longo dos séculos.

Continuar a ler